Bem Viver, Hipnose

FILOTERAPIA – A junção da Filosofia, da Psicologia e da Hipnose Clínica

Filoterapia
Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on StumbleUponShare on RedditPrint this pageEmail this to someone

A Filosofia vem permeando o conhecimento e o desenvolvimento humano há milênios. Desde os primeiros filósofos, elucubrações, críticas, questionamentos, perguntas, novos princípios e novos conteúdos vão sendo instaurados por mentes e em mentes que pensam sobre a vida humana.

Quais conceitos existem por trás das palavras usadas na comunicação entre as pessoas? De quais princípios cada um parte para pensar e agir de determinada forma? Como o ser humano age frente a seus conflitos? Como se chega a determinadas conclusões? Como o homem escolhe em que e em quem acreditar? Como lhes são instauradas determinadas crenças, percebidas ou não? Como cada um absorve os conhecimentos? Como o ser humano lida com suas angústias cotidianas? Estas e outras são perguntas que muitos buscam respostas. Perguntas que fazem parte de discussões teóricas de diversas linhas terapêuticas, e do conhecimento humano.

A questão, a saber, é se realmente existem respostas, ou se a resposta que serve para um, serve para o outro. Ou ainda, se as pessoas estão preparadas para fazer essas perguntas, ouvir as respostas, e o mais importante, prontas para lidar com essas respostas. Como saber qual é o momento certo? Como saber se estão ou não preparadas?

Veja também: Você é Ansioso? Faça o teste:

Mudar é aprender algo diferente

Certamente não nascemos sabendo lidar com tudo isso. Precisamos aprender. Precisamos entrar em contato com conceitos, apreender e incorporar novos conhecimentos, novas experiências e novas aprendizagens. E isso nos remete a pensar, que cada um é responsável por suas aprendizagens. E se você é responsável por suas aprendizagens, é responsável pela sua mudança. E mudar significa aprender algo diferente.

Desde o nascimento da razão negativa postulada por Sócrates (470-399 a.C.), que diz respeito ao conceito vazio que existe por trás das palavras na comunicação humana, a Filosofia vem tentando questionar e embasar conceitos da comunicação. “As experiências deveriam preceder os conceitos” (Rousseau, 1712-1778). Ou seja, não deveríamos educar através de provérbios. Se dissermos a uma criança, “a mentira tem pernas curtas”, antes dela saber as consequências de uma mentira, este conceito não terá associações ou articulações com suas experiências passadas. Algumas pessoas podem levar anos até descobrir o verdadeiro significado.

Revendo a história, reconstruindo um presente

A terapia aqui, é entendida como uma forma de educar o Ser Humano, recriá-lo, rever sua história de forma diferente, construir um presente mais lúcido e feliz, abrindo possibilidades para uma continuação futura. Crescemos ouvindo, aprendendo e falando muitas palavras, sem saber o que elas significam, sem perceber seus conteúdos (o saber de si) e refletir profundamente sobre eles. Muitas vezes as pessoas discutem sobre a mesma coisa, mas não chegam a um entendimento, porque o significado de cada palavra, é diferente para cada um.

Veja também: Hipnose como solução das dificuldades emocionais

Por que não discutir palavras como: justiça, liberdade, ética, amor, felicidade, raiva, dor, sofrimento, respeito, solidão, mágoa, paixão entre outras. Discutir e desenvolver virtudes como: tolerância, polidez, prudência, doçura, humor, humildade, temperança, etc. Dando condições ao indivíduo de perceber por ele mesmo, quais impactos essas palavras causam em sua vida, que talvez até então não percebia.

As vezes pessoas sofrem porque aprenderam conteúdos que não deviam, porque não passaram por algumas experiências e por isso não conseguem lidar com determinadas situações, porque o que aprenderam já não serve mais. Porque as pessoas não as entendem ou porque ela não entende as outras pessoas. Isso faz parte da realidade de cada um, do saber que cada um tem de si e suas diferentes dinâmicas.

As pessoas não são iguais, é preciso trabalhar cada um
Vemos inúmeras linhas terapêuticas, tentando trabalhar as angústias, os problemas, os conflitos humanos através de técnicas. Será esta a forma de fazer terapia? Se para a maioria das pessoas determinada técnica funciona, então usamos com todas? Será isso correto? Primeiro faça isso, depois faça aquilo, e chegará ao que você quer. Será isso verdade? Nenhuma técnica é eficaz para todas as pessoas, então porque se usa a mesma de uma forma generalizada? Porque todos devem ser enquadrados num determinado padrão? As pessoas não são todas iguais, não pensam iguais, não agem iguais.

Como podemos ajudar cada indivíduo dentro das suas diferenças e semelhanças? Se cada um é único, vamos trabalhar com cada um. Dentro do saber de si, do conhecimento individual, dentro das possibilidades próprias. E assim eliciando novas aprendizagem, que geram mudanças, novas experiências, novos pensamentos, sentimentos, palavras e ações.

FILOTERAPIA – A junção da Filosofia, da Psicologia e da Hipnose Clínica

O objetivo da Filoterapia é possibilitar o trabalho com pessoas diferentes, vendo as semelhanças dentro de cada um.

A Filoterapia é baseada da Filosofia, na Psicologia e na hipnose e em mentes que pensam e Ser Humano e seus conteúdos. Dá indicação do que e como aprender, as possibilidades a serem buscadas para superar determinado problema e quais caminhos podem ser seguidos. Ao invés de utilizar apenas técnicas, municiar o indivíduo com instrumentos que possibilitem sua mudança, tornando-os independentes.

Veja também: Desenvolva o Autoconhecimento

O objetivo da Filoterapia é possibilitar o trabalho com pessoas diferentes, vendo as semelhanças dentro de cada um. Utiliza-se a Filosofia porque ela apresenta ideias sobre o Ser Humano que poderão influenciar no seu autoconhecimento, tornando-os criticadores de si mesmos. A Filoterapia se propõe a discutir os conceitos, dentro de cada saber de si, o que cada palavra significa para aquela pessoa específica, e se existe congruência com o que é pensado, sentido, dito e praticado.

O Ser Humano é regido pelo acúmulo das diferentes experiências que teve durante a vida, agindo com elas e sobre elas no presente. Todavia, o importante é perceber, que partindo do principio que tudo é aprendido, tudo pode ser mudado. Reeducando-se, o indivíduo poderá perceber sua dinâmica individual pela qual é regido, e assim, compreender a forma que está agindo, quais suas crenças, e de que princípios parte para chegar à determinadas conclusões. Possibilitando a conquista de um saber de si, amplo e inovador.

Odair J. Comin
Psicólogo Clínico, Especialista em
Hipnoterapia e Escritor.

Assine o Canal da Pantrus e Clínica Delphos no YouTube

You Might Also Like