Hipnose, Medos, Tensão emocional, Tratamentos com Hipnose

Supere a Claustrofobia com a Hipnose Clínica

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on StumbleUponShare on RedditPrint this pageEmail this to someone

A claustrofobia é o medo ou aversão de estar em lugares fechados, como um elevador, caverna, quartos fechados, avião, equipamento de ressonância magnética e mesmo em meio à multidões. Tal fobia é um medo exagerado diante de um perigo que por vezes não existe, um medo irreal. Porém, traz intenso sofrimento ao indivíduo. Não é uma doença em si, mas sim um sintoma que se manifesta inicialmente em termos psíquicos, e rapidamente se estende para o físico. O que traz manifestações de uma crise de pânico. Tremor pelo corpo, sudorese, taquicardia, ansiedade e sensação de morte eminente.

Reações e causas

O claustrofóbico pode ter a sensação de que o ambiente está se comprimindo e logo o esmagará, as paredes parecem se contrair e o teto de aproximar. As causas podem estar em um trauma vivido em algum momento da vida, que pode ser lembrado ou não. É necessário fazer uma investigação para cada caso, assim é possível identificar as diferentes causas e combatê-las por meio da hipnoterapia. A ansiedade em si, é uma forte geradora da fobia, pois a qualquer momento as pessoas podem passar por situações passíveis de claustrofobia como, elevadores, trens, metrôs ou ressonância magnética. Se a pessoa tem altos níveis de ansiedade, mesmo que nunca tenha manifestado nenhum sintoma anterior, pode desenvolver o medo naquele momento.

Diagnóstico e tratamento

Quanto mais cedo o diagnóstico for feito, mais fácil será a superação. Com a hipnose, é possível fornecer ferramentas para a eliminação da fobia. Identificando instrumentos internos, como a coragem que em algum momento todos temos, potencializando-a e fazendo com que o paciente utilize a seu favor. Durante o transe, conduz-se o paciente para os ambiente que lhe são amedrontadores, fazendo-o sentir-se tranquilo e capaz de enfrentar tais situações e se manter bem. Aos poucos, o medo dá lugar a coragem e a pessoa começa a utilizar muito mais a razão, deixando levar-se cada vez medos pelo sentimento do medo. Sentindo-se no controle.

You Might Also Like