HipnoCiência

Hipnose pode diminuir atividade cerebral em certas áreas

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on StumbleUponShare on RedditPrint this pageEmail this to someone

Como funciona a hipnose?

Ela pode fazer com que certas áreas do cérebro cooperem com as sugestões apresentadas? Esta teoria foi testada em um novo estudo sobre a hipnose, no qual os pesquisadores usaram imagens do cérebro para verificar como este se comporta sob a influência da hipnose. O experimento foi realizado na escola de medicina Weill da Universidade Cornell. Os resultados foram publicados nos Protocolos da National Academy of Sciences.

Os participantes foram em número de dezesseis, sendo todos jovens adultos e saudáveis. Alguns eram mais influenciáveis pela hipnose do que outros. A tarefa deles era aparentemente simples: identificar a cor de uma palavra numa tela de computador. A pegadinha: as palavras eram nomes de cores escritos numa cor diferente. Por exemplo: a palavra “verde” poderia aparecer em vermelho.

Hipnose pode diminuir atividade cerebral em certas áreas

Sob hipnose, era dito aos indivíduos que sua tarefa seria fácil e que não teriam problemas ao ler os nomes das cores corretamente. Isto provou-se verdadeiro para os indivíduos que aceitavam melhor a hipnose. Já aqueles que não aceitavam tão bem as sugestões demoraram 10% a mais para dar nomes as cores.

Imagens especializadas do cérebro feitas com o uso de ressonância magnética mostraram uma atividade menor em duas áreas do cérebro hipnotizado. A primeira área está envolvida no processamento visual. A outra, de acordo com os pesquisadores, pode ser importante ao se lidar com conflitos.

Isto pode significar que os cérebros de pessoas altamente hipnotizáveis aceitavam melhor as instruções, afirma Michael Posner, professor emérito de psicologia da Universidade do Oregon e professor adjunto da escola de medicina Weill da Universidade Cornell.

 

Os pesquisadores afirmam que estes resultados poderiam também ajudar a explicar o poder da sugestão sob outras circunstâncias. Por exemplo: qual o efeito no cérebro do ‘efeito placebo’ (onde pessoas se beneficiam de um tratamento médico – uma pílula de açúcar, por exemplo – somente por que elas acham que este irá ajudar)?

 

Fonte: webmd.com

You Might Also Like