Bem Viver

Reféns do Futuro

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on StumbleUponShare on RedditPrint this pageEmail this to someone

A nossa vida se dirige para o futuro, disso todos sabemos e tão melhor se conseguirmos manter essa direção. Sim, se dirige, mas não está no futuro. E quando confundimos, perdemos o essencial: o presente, o real. Podemos dizer, sem receios, que a famigerada ansiedade, é o grande algoz do homem moderno, e do próprio viver. A ansiedade faz concessões o tempo todo, mas sua moeda de troca não tem valor algum. Apenas uma promessa de dividendos, que não dá garantia alguma, e na maioria das vezes não entrega.

A ansiedade é uma dama extremamente sedutora, suas estratégias são pautadas em nossos desejos, vontades, nossos medos, angústias. Quanto mais conhecemos alguém, mais seremos capazes de seduzir. Sendo a ansiedade produto nosso, por certo nos conhece bem. E usa esse conhecimento para nos envolver em sua miríade de promessas. Na medida em que a sedução só mostra o que não é, vende o que não tem. Aquele que cede aos seus encantos está fadado à decepção, e porque não dizer à destruição. Isso feito com crueldade, requinte, sutileza e lentamente.

Ansiedade

A ansiedade chega sorrateira, estuda o ambiente, estuda a personalidade. Chega a pedir licença, esbanja polidez, mas não se iludam. Logo estará ordenando, pressionando, tirando o seu sono, alterando seu humor, embaralhando seus pensamentos, roubando-lhe o real. Logo se tornará refém da ansiedade, do futuro. Não se deixe seduzir. Não sacrifique o presente em prol do futuro. Esteja aonde a vida realmente acontece. O amanhã é bolha de sabão, só é possível colher o dia, tocar o real. Porque quando você cria o hábito de flertar com o porvir, se descola do real e começa a viver uma fantasia. Sofre porque o ideal da mente, não condiz com o real da vida. 

O futuro te faz bem ou mal? É seu algoz ou seu salvador, seu mestre, seu senhor, lhe dá ou tira a vida? Se queres viajar no tempo, tenha consciência de que é apenas uma viagem fantástica. Use-a para se divertir, não para se martirizar, sofrer ou se machucar. O futuro vive de promessas, e é o melhor que ele pode fazer, é tudo o que pode fazer. E se você acha que pode viver de promessas, então precisa rever seus conceitos. O presente nem sempre é um mar de rosas, disso sabemos todos, mas é verdadeiro, é o que é. Não há vida no abismo, e quando você tenta dar o segundo passo sem ter dado o primeiro, o abismo te engole. Liberte-se do futuro e aprenda a lidar com o real de forma saudável.

You Might Also Like