Autoconhecimento, Bem Viver

Torne-se Responsável por sua Saúde Emocional

Saúde Emocional 
Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on StumbleUponShare on RedditPrint this pageEmail this to someone

Precisamos nos responsabilizar por nossa própria saúde emocional, este é o primeiro passo para realmente alcança-la.

Saúde Emocional

A saúde emocional é uma questão pública, deveria ser tratada com máxima atenção e ser prioridade de governos e sociedades. Contudo, ao que parece que estamos bem longe disso, desta forma cabe a cada indivíduo tornar-se responsável por sua própria saúde emocional.

Cuidar de si mesmo não é uma matéria que aprendemos na escola. Os sistemas de ensino veem isso como algo que vem por natureza, como se já nascêssemos com a capacidade de cuidar de suas próprias questões emocionais e do próprio organismo. Isso por certo não é verdade, não nascemos com essa capacidade. E além disso, todo o sistema capitalista e social que nos cerca oferece inúmeras demandas, tentações ou imposições que dificultam ainda mais esse autocuidado. Pois tudo o que o sistema deseja é que você seja útil de alguma forma, como consumidor, como trabalhador ou massa de manobra. Para alcançar isso o discurso é bastante sedutor e te fazem acreditar que estão cuidando de você, quando na verdade estão destruindo tudo o que há de melhor em você. Destruindo sua essência, destruindo sua natureza, sua humanidade.

Autocuidado

A bem da verdade não se pode esperar que alguém irá cuidar de você, se preocupar com você, com a sua saúde mental e física dentro das suas reais necessidades. Não! Isso é função sua, é função de cada um que deseja viver de forma saudável e em equilíbrio. Cada indivíduo deve buscar blindar-se do externo, desejar manter-se distante de todas as demandas da obsolescência.

Essa dinâmica que escraviza e te coloca numa roda viva cruel, de sempre precisar de mais, do mais novo, o mais moderno, o mais exclusivo. E quando você entra nessa dinâmica tudo o que você faz leva em conta conseguir esses objetos de desejo, que sempre exigirão mais vida de você. Pois é isso o que você faz, você oferece pedaços da sua vida em troca do que você adquire, e por vezes acaba fechando os olhos para as reais necessidades da sua mente; as reais necessidades do seu corpo. Então aparece a ansiedade, o estresse, a síndrome do pânico, vem a gastrite, a obesidade, a insônia e tudo o mais.

Veja também: Meditação em Horário de Expediente

Autoresponsabilidade

Precisamos nos responsabilizar por nossa própria saúde emocional, é preciso pensar de forma saudável. Cada pensamento que transita em sua mente precisa ser de sua responsabilidade e isso é uma escolha que deve ser feita todos os dias, uma vigilância constante. Pois o pensamento negativo sempre nos ronda, tanto o nosso como o do outro que pode nos contagiar. Além dos pensamentos, também os sentimentos precisam ser saudáveis, o que também é uma escolha.

Você decide o que irá sentir, as emoções que irão transitar pelo seu corpo, e quanto mais positivas, mais fortalecido estará seu sistema imunológico emocional. E por fim um agir saudável, pois suas atitudes precisam corresponder à sua dinâmica interna e cada atitude sua terá reflexos em seu mundo interno. De escolhas saudáveis, hábitos saudáveis, alimentação saudável, atividades que te façam bem, tudo isso é de sua responsabilidade e está ao seu alcance.

Desfrute a Vida

Outra característica para cuidar de si e a capacidade de desfrutar a viva, viver com envolvimento, com intensidade, com prazer. E isso não depende de dinheiro, não depende do lugar em que está, a vida pode se desfrutada nos detalhes, nos micro momentos do seu dia a dia ou no fim de semana. O desfrutar está na sua capacidade de extrair prazer e felicidade dentro da sua realidade, do espaço em que habita. As dificuldades, os problemas sempre farão parte da vida, contudo, a forma como você lida com eles. A forma como enfrenta os desafios e segue em frente fará toda a diferença para a sua saúde emocional.

Assuma a responsabilidade por si mesmo, pela forma como irá se comportar, como irá viver. Assuma a responsabilidades pela sua alimentação, pelo exercício diário, pela noite de sono tranquilo. Assuma a responsabilidade, isso te dá poder, te dá autonomia, te dá a liberdade de viver com equilíbrio e harmonia.

Veja também: Hipnose Clínica e a Evolução Exponencial da Mente

Auto Saúde Mental

É preciso preocupar-se com a saúde mental tanto quanto nos preocupamos com a saúde do corpo. Damos mais valor ao corpo do que para a mente e isso é cultural, por isso sofremos tanto, por isso temos tanta dificuldade em lidar com nossas emoções. Por isso tanta depressão, tanta ansiedade, tantos medos, tantos afastamentos no trabalho por causas emocionais. Somos tão frágeis, tão desprotegidos, presas fáceis do impiedoso real, do impiedoso cotidiano.

Em cada mão temos o futuro de nossa saúde mente/corpo e em cada uma das escolhas feitas a estrutura da relação que estabelecemos ganha forma. A fragilidade ou a fortaleza dessa estrutura depende de cada escolha que faz, desde que acorda até o momento de dormir. E você precisa assumir essa responsabilidade, do contrário ninguém fará por você. Não importa quantos cuidadores você pensa ter, nenhum deles fará melhor do que você mesmo. Você pode ter ajuda, mas não entregue-se e fique passivo no processo, faça também a sua parte, pois ela e a mais importante.

Veja o que você pode fazer por sua Saúde Emocional

1- Reflita sobre si mesmo:

Busque fazer uma viagem para dentro de si mesmo, busque fazer uma reflexão. Pense sobre suas escolhas, suas decisões, pense sobre sua vida. Pense sobre as coisas que faz todos os dias, questione-se, coloque em cheque suas verdades, seus padrões. Coloque em cheque seus hábitos, suas rotinas. Apenas se questionando é que você poderá perceber coisas que não vinha percebendo. E na medida em que algo está te fazendo mal, poderá perceber rapidamente e fazer as mudanças necessárias. Desta forma impedirá que o mal se amplie, fique incontrolável, ou se torne uma doença.

2- Faça Meditação:

Meditar cria uma ilha de proteção mental e te coloca em contato com o presente, como o momento. A meditação serve para se reconectar e fazer a manutenção e limpeza da sua mente. É uma ótima forma de equilibra e harmonizar o seu mundo interno possibilitando um olhar mais lúcido e compreensivo das diferentes demandas do seu cotidiano.

3- Converse com amigos:

Ter bons amigos e poder compartilhar seus medos, suas angústias, assim como suas alegrias e conquistas pode te fortalecer emocionalmente. Os amigos são como espelhos que você pode conversar, ao mesmo tempo que ouve a própria voz. Essa dinâmica poderá te dar indicação para seguir em frente ou mudar a direção.

4-Converse com familiares:

Nem sempre temos fluidez na comunicação com nossos familiares, contudo você pode desenvolver esse canal e fortalecê-lo. Pois são pessoas que sempre estarão com você e te apoiarão nos piores momentos.

5- Busque informações sobre suas questões emocionais:

Não nascemos com manual de instrução, por isso precisamos nos estudar sempre, buscar novos conhecimentos, novos conteúdos. Tudo isso nos auxilia numa compreensão maior de nós mesmos e na forma como interagimos com nossas emoções. O conhecimento deve ser sempre seu aliado.

6- Veja se sua empresa disponibiliza algum serviço para questões emocionais:

É notório que nossas empresas têm sido um dos grandes motivos de problemas emocionais, muito pela dinâmica que é estabelecida no ambiente de trabalho. Pressão por resultados, chefes assediadores, metas inalcançáveis, o medo do desemprego e a falta completa de suporte emocional. Contudo, reivindique esse auxílio, pois isso poderia ser um suporte importante.

7- Busque ajuda profissional de psicólogo:

Nem tudo podemos resolver por nós mesmo, por vezes precisamos de auxílio, de ajuda profissional. Não tenha receio de buscar ajuda. Não fique constrangido de procurar um psicólogo, pois isso pode te auxiliar a ter uma visão mais ampla de si mesmo. Com tal perspectiva ampliará seu campo de visão e com o tempo poderá por si só fazer uma leitura mais clara da sua dinâmica mental.

8- Busque um psiquiatra se houver necessidade de medicamento:

Se você já chegou num extremo sem resultados, então o suporte de medicamentos pode ser necessário. Isso acontece na medida em que a doença esta mais forte do que você nesse momento. Mas saiba que normalmente é provisório, o objetivo é sempre trabalhar a mente pela mente e não pelo corpo. O remédio deve ser visto como uma muleta e tão logo se fortaleça poderá andar com as próprias pernas.

9- Ouça áudios terapêuticos que trabalham as suas questões emocionais:

Há inúmeras possibilidades de autoterapia, ou a busca de auxílio por si mesmo. O meio online disponibiliza inúmeros áudios e vídeos que podem te auxiliar, tanto para relaxar, meditar, refletir ou trabalhar questões emocionais como com áudios de hipnoterapia.

Pantrus

Conheça a PANTRUS, a plataforma de Autoterapia da Clínica Delphos

Vale a Pena Cuidar de Si

Assuma a responsabilidade pela sua saúde física e emocional, assuma a responsabilidade sobre si mesmo, seus pensamentos, suas emoções, suas atitudes. Esteja no comando de si mesmo com um sistema emocional forte e muito bem estruturado. E então não precisará mais buscar culpados, não se colocará no papel de vitima, não se sentirá sozinho. Olhe no espelho e faça um pacto consigo mesmo, um pacto de independência, de liberdade, de felicidade.

Torne-se a pessoa mais importante para si mesmo, ouça seu corpo, ouça sua mente, atenda às demandas de cada parte de você e ofereça o melhor. Porque quando você cuida de si mesmo as recompensas vêm e isso vale a pena. Você não poderá ter companhia melhor do que uma mente saudável e um corpo cheio de vida. E que bom que isso depende de você, apenas de você. Coloque-se em movimento e faça a sua parte, as recompensas virão e serão generosas.

Assine o Canal da Pantrus no YouTube

You Might Also Like